segunda-feira, 19 de novembro de 2012

ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO ISQUÊMICO


            JOSIANE COELHO SILVA DO NASCIMENTO


Para Chaves (2000) e Souza (s/d), AVE isquêmico é o resultado da falência vasogênica para suprir adequadamente o tecido cerebral de oxigênio e substratos, causada por obstrução parcial ou total de uma artéria ou por redução do fluxo de origem hemodinâmica, cuja consequência é uma perda de função do tecido isquêmico.
          Infartos extensos comprometendo todo o território da artéria cerebral média (ACM), com risco de vida, ocorrem em mais de 10% dos infartos cerebrais. Geralmente estão associados ao edema cerebral pós-isquêmico, aumento da pressão intracraniana (PIC), piora clínica, coma e morte (OLIVEIRA 2000).



          O AVE isquêmico pode ser temporário (episódio isquêmico transitório, EIT) ou permanente , e tem como principais fatores de risco a HAS, as cardiopatias e o diabetes mellitus (DM). Outras etiologias podem estar associadas, tais como coagulopatias, tumores, arterites inflamatórias e infecciosas (RADANOVIC 2000). Manifesta-se por perda repentina da força muscular e/ou da visão, dificuldade para falar, tonturas, formigamento em um dos lados do corpo, alterações de memória, dor de cabeça, náuseas e vômitos (MASTROCOLLA e COLS.2009). O rebaixamento no nível de consciência é um sinal clínico precoce, frequentemente com assimetria de pupilas e padrão ventilatório periódico com elevação e queda no volume e frequência respiratórios (OLIVEIRA 2000).



           O Acidente Vascular Cerebral (AVC) pode limitar de modo significativo o desempenho funcional de um indivíduo, trazendo consequências negativas e afetando aspectos motores, relações pessoais, familiares, sociais e, sobretudo, a qualidade de vida (CALIL E COLS. 2007). De acordo com Oliveira (2000), o AVE isquêmico pode ser diagnosticado através de achados clínicos e exames como: Tomografia computadorizada de crânio e Ressonância magnética.
          Segundo Oliveira (2000), algumas medidas importantes devem ser tomadas diante de um quadro grave de AVE isquêmico como: Posição da cabeça elevada de 15o a 30o naqueles casos de infarto extenso em que o mecanismo não seja por hipofluxo; nos casos de pacientes com rebaixamento do nível de consciência há necessidade de entubação endotraqueal e ventilação mecânica assistida; hipovolemia pode agravar a isquemia por hipotensão e deve ser evitada; distúrbios hidroeletrolíticos devem ser corrigidos; convulsões devem ser evitadas; a febre por aumentar o metabolismo cerebral, promover vasodilatação cerebral e agravar o edema, deve ser prevenida e combatida; a hiperglicemia deve ser evitada, pois a isquemia cerebral e o infarto são agravados por hiperglicemia, com progressão do edema cerebral e aumento da PIC.
  

BIBLIOGRAFIA

1- CALIL, Suleima Ramos; SANTOS, Talimãn Aparecido Bertelli Pinheiro dos; BRAGA, Douglas Martins; LABRONICI, Rita Helena Duarte Dias. Reabilitação por meio da dança: Uma proposta fisioterapêutica em pacientes com sequela de AVC. Rev. Neurociências 2007; 15/3:195-202 disponível em HTTP://www.unifesp.br acessado em 28/10/2012.
2- CHAVES, Márcia L.F, Acidente vascular encefálico: Conceituação e fatores de risco, Ver. Brasileira de Hipertenção 4:372-82,2000, disponível em HTTP://www.neurologico.com.br , acessado em 24/10/2012.
3- MASTROCOLLA, Luiz Eduardo; BAGNATORI, Renato Scotti e LIMA, Marcela Oliveira, AVC e infarto são mais comuns nos dias frios, Fleury Medicina e Saúde, 02/10/2009, Disponível em HTTP://www.fleury.com.br, acessado em 28/10/2012.
4- OLIVEIRA, Roberto de Magalhães Carneiro de, Acidente Vascular Cerebral isquêmico com efeito de massa. Ver. Neurociências 8(3):86-92 2000, disponível em HTTP://www.unifesp.br, acessado em 28/10/2012.
5- PINHEIRO, Pedro. AVC/Acidente vascular cerebral. MD Saúde 15 de janeiro de 2010 disponível em HTTP://www.mdsaude.com, acessado em 24/10/2012.
6-RADANOVIC, Márcia. Características do atendimento de pacientes com Acidente Vascular em Hospital Secundário, Arquivo Neuropsiquiatra 2000;58(1):99-106, disponível em HTTP://www.scielo.br, acessado em 28/10/2012
7- SOUZA, Sebastião Eurico de Melo. Acidente Vascular Cerebral Isquêmico, disponível em, HTTP://www.neurologico.br/ acessado em 24/10/2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário